Uma introdução aos conceitos básicos de segurança cibernética para iniciantes

A segurança cibernética é a questão mais preocupante, pois as ameaças e ataques cibernéticos estão crescendo.


Os atacantes agora estão usando técnicas mais sofisticadas para atingir os sistemas. Indivíduos, empresas de pequena escala ou grandes organizações estão sendo impactadas. Portanto, todas essas empresas, sejam de TI ou não, entenderam a importância da segurança cibernética e se concentraram em adotar todas as medidas possíveis para lidar com ameaças cibernéticas.

Com o jogo aberto contra ameaças cibernéticas e hackers, as organizações e seus funcionários devem dar um passo à frente para lidar com eles. Como gostamos de conectar tudo à Internet, isso também aumenta as chances de vulnerabilidades, violações e falhas.

Longe vão os dias em que as senhas eram suficientes para proteger o sistema e seus dados. Todos nós queremos proteger nossos dados pessoais e profissionais e, portanto, o Cyber ​​Security é o que você deve saber para garantir a proteção de dados..

Então, vamos definir o termo Cyber ​​Security….

O que é segurança cibernética?

A cibersegurança é o processo e as técnicas envolvidas na proteção de dados confidenciais, sistemas de computadores, redes e aplicativos de software contra ataques cibernéticos. Os ataques cibernéticos são uma terminologia geral que abrange um grande número de tópicos, mas alguns dos populares são:

  • Adulteração de sistemas e dados armazenados em
  • Exploração de recursos
  • Acesso não autorizado ao sistema de destino e acesso a informações confidenciais
  • Interromper o funcionamento normal dos negócios e seus processos
  • Usando ataques de ransomware para criptografar dados e extorquir dinheiro das vítimas

Os ataques agora estão se tornando mais inovadores e sofisticados, capazes de interromper a segurança e invadir os sistemas. Portanto, é muito desafiador para todos os analistas de negócios e segurança superar esse desafio e lutar contra esses ataques.

Para entender a necessidade de medidas de segurança cibernética e suas práticas, vamos dar uma olhada rápida nos tipos de ameaças e ataques.

Ransomware

O Ransomware é um programa de software de criptografia de arquivos que usa um algoritmo de criptografia robusto e exclusivo para criptografar os arquivos no sistema de destino.

Os autores da ameaça Ransomware geram uma chave de descriptografia exclusiva para cada uma de suas vítimas e a salvam em um servidor remoto. Assim, os usuários não podem acessar seus arquivos por qualquer aplicativo.

Os autores do ransomware se aproveitam disso e exigem uma quantidade considerável de resgate das vítimas para fornecer o código de descriptografia ou descriptografar os dados. Mas esses ataques têm qualquer garantia de recuperação de dados, mesmo após o pagamento do resgate.

Botnets Attacks

Botnets foi inicialmente projetado para realizar tarefas específicas dentro de um grupo.

É definido como uma rede ou grupo de dispositivos conectados à mesma rede para executar uma tarefa. Mas isso agora está sendo usado por maus atores e hackers que tentam acessar a rede e injetar qualquer código ou malware malicioso para interromper seu funcionamento. Alguns dos ataques botnet incluem:

  • Ataques de negação de serviço distribuída (DDoS)
  • Espalhando emails de spam
  • Roubo de dados confidenciais

Os ataques de botnets geralmente são realizados contra empresas e organizações de grande escala devido ao seu enorme acesso a dados. Com esse ataque, os hackers podem controlar um grande número de dispositivos e comprometê-los por seus motivos malignos.

Ataques de engenharia social

A engenharia social agora é uma tática comum usada por criminosos cibernéticos para coletar informações confidenciais do usuário.

Isso pode enganá-lo exibindo anúncios atraentes, prêmios, grandes ofertas e assim solicita que você alimente os detalhes pessoais e da sua conta bancária. Todas as informações inseridas são clonadas e usadas para fraudes financeiras, de identidade e assim por diante.

Vale dizer sobre o Vírus ZEUS que está ativo desde 2007 e está sendo usado como um método de ataque de engenharia social para roubar detalhes bancários das vítimas. Juntamente com as perdas financeiras, os ataques de engenharia social são capazes de baixar outras ameaças destrutivas para o sistema em questão..

Seqüestro de criptomoedas

O seqüestro de criptomoedas é a nova adição a este mundo cibernético.

À medida que a moeda digital e a mineração estão se tornando populares, também está entre os cibercriminosos. Eles encontraram seu benefício maligno na mineração de moedas criptográficas, que envolve computação complexa para minerar moedas virtuais como Bitcoin, Ethereum, Monero, Litecoin, etc..

Investidores e comerciantes de criptomoedas são o alvo fácil desse ataque.

Seqüestro de criptomoeda também conhecido como “Cryptojacking”. É um programa projetado para injetar códigos de mineração silenciosamente no sistema. Assim, o hacker usa silenciosamente a CPU, GPU e os recursos de energia do sistema atacado para explorar a criptomoeda.

A técnica é usada para extrair particularmente moedas Monero. Como a mineração é um processo complexo, ela consome a maioria dos recursos da CPU, o que afeta o desempenho do sistema. Além disso, é feito sob todas as suas despesas, para que a vítima possa ter uma enorme conta de luz e de internet.

Também diminui a vida útil do dispositivo afetado.

Phishing

Phishing é uma ação fraudulenta de envio de e-mails de spam, imitando ser de qualquer fonte legítima.

Esses e-mails têm uma forte linha de assunto, com anexos como fatura, ofertas de emprego, grandes ofertas de serviços de remessa respeitáveis ​​ou qualquer e-mail importante de altos funcionários da empresa.

Os ataques de phishing scam são os ataques cibernéticos mais comuns que buscam roubar dados confidenciais. Como credenciais de login, números de cartão de crédito, informações da conta bancária e assim por diante. Para evitar isso, você deve aprender mais sobre as campanhas de email de phishing e suas medidas preventivas. Pode-se também usar tecnologias de filtragem de e-mail para evitar esse ataque.

Junto com isso, 2019 buscará o potencial em ataques biométricos, ataques de IA e ataques de IoT. Muitas empresas e organizações estão testemunhando ataques cibernéticos em larga escala e não há parada para eles. Apesar das constantes análises e atualizações de segurança, o aumento das ameaças cibernéticas é consistente. Portanto, vale a pena educar-se com os noções básicas de segurança cibernética e suas implementações.

O conceito-chave da segurança cibernética?

A segurança cibernética como um todo é um termo muito amplo, mas é baseada em três conceitos fundamentais conhecidos como “Tríade da CIA“.

Consiste em Confidencialidade, Integridade e Disponibilidade. Este modelo foi desenvolvido para orientar a organização com as políticas de Cyber ​​Security no campo da segurança da informação.

Noções básicas de segurança cibernética

Confidencialidade

Ele define as regras que limitam o acesso à informação. A confidencialidade toma as medidas para impedir que informações confidenciais sejam acessadas por hackers e hackers.

Em uma organização, é permitido ou negado aos povos o acesso às informações de acordo com sua categoria, autorizando as pessoas certas em um departamento. Eles também recebem treinamento adequado sobre o compartilhamento de informações e a proteção de suas contas com senhas fortes.

Eles podem alterar a maneira como os dados são manipulados dentro de uma organização para garantir a proteção dos dados. Várias maneiras de garantir a confidencialidade, como: autenticação de dois fatores, criptografia de dados, classificação de dados, verificação biométrica e tokens de segurança.

Integridade

Isso garante que os dados sejam consistentes, precisos e confiáveis ​​durante seu período de tempo. Isso significa que os dados no trânsito não devem ser alterados, alterados, excluídos ou acessados ​​ilegalmente.

Medidas adequadas devem ser tomadas em uma organização para garantir sua segurança. Permissões de arquivo e controle de acesso do usuário são as medidas que controlam a violação de dados. Além disso, deve haver ferramentas e tecnologias implementadas para detectar qualquer alteração ou violação nos dados. Várias organizações usam uma soma de verificação e até mesmo soma de verificação criptográfica para verificar a integridade dos dados.

Para lidar com a perda de dados ou exclusão acidental ou mesmo ataques cibernéticos, os backups regulares devem estar lá. Agora, os backups em nuvem são a solução mais confiável para esse.

Disponibilidade

A disponibilidade em termos de todos os componentes necessários, como hardware, software, redes, dispositivos e equipamentos de segurança, deve ser mantida e atualizada. Isso garantirá o bom funcionamento e acesso aos dados sem nenhuma interrupção. Fornecendo também comunicação constante entre os componentes, fornecendo largura de banda suficiente.

Também envolve optar por equipamento de segurança extra em caso de desastre ou gargalo. Utilitários como firewalls, planos de recuperação de desastres, servidores proxy e uma solução de backup adequada devem garantir o enfrentamento de ataques DoS.

Para uma abordagem bem-sucedida, ela deve passar por várias camadas de segurança para garantir proteção a todos os constituintes do CyberSecurity. Particularmente envolvendo computadores, sistemas de hardware, redes, programas de software e os dados compartilhados entre eles.

Conclusão

Em uma organização, para realizar uma abordagem eficaz de segurança cibernética, os povos, processos, computadores, redes e tecnologias de uma organização, grandes ou pequenas, devem ser igualmente responsáveis. Se todos os componentes se complementarem, é muito possível enfrentar as difíceis ameaças e ataques cibernéticos.

Se você estiver curioso para saber mais, confira este curso completo de segurança cibernética.

Jeffrey Wilson Administrator
Sorry! The Author has not filled his profile.
follow me
    Like this post? Please share to your friends:
    Adblock
    detector
    map